Olá pessoal, tudo bem?

Espero que sim! O blog andava parado por uma série de problemas! O nosso blog de humor, o Blog Viiish (Clica aqui para acessar) estava desfalcado de pessoas e agora conseguimos normalizar, e provavelmente teremos posts semanais novamente :D

Mas vamos ao assunto né?
Eeeeentão, você se acha um cara anti-social? Um parça que não gosta muito de bater papo, odeia ter vizinhos porque faz com que você de aqueles já tradicionais "Bom dia!" ou "tarrrrde" para o pessoal?

Temos a solução para você! Conheça agora as 5 casas mais isoladas do mundo! Tem de tudo que é tipo e para todos os gostos, algumas não são lá muito seguras, mas são ossos do ofício né? Bora para a lista!


1 - Em Materrhorn, a 4478 m de altura nos Alpes suíços

Você gosta de neve? Um friozinho gostoso, aquele vento gelado no bumbum e tudo mais? Acho que esta é uma ótima opção! Como eu disse, ela não parece ser muito segura e tal, tem que tomar cuidado perto das janelas e tudo mais, mas a vantagem é que dificilmente você vai receber aquela visita chata. Na verdade até as visitas legais não irão, eu acho.


2 - Uma das ilhas do arquipélago de Vestmannaeyjar pertencente a Islândia.

Eu imagino que esta é uma opção para quem tem um pouquinho mais de dinheiro, até porque acho que você precisa comprar A ILHA para ter a casa, mas se dinheiro não for um problema, olha que maravilha!
A casa tá no meio de um gramadão enorme! Dá para fazer uma quadra de tênis a lá Wimbleddon e um campo de futebol do lado cara! Tá, na verdade é só isso que tem na bendita da ilha, um pasto enorme! Nem dá para aproveitar muito o gramado se não tiver ninguém em volta... 



3 - Thousand Islands, Canadá

A diferença desse para o de cima é que você não tem quintal! É tipo um AP onde sua varanda já é a água!
E olha que legal, já vem até com uma ponte para um outro tequinho da ilha! E tem até um poste ein? Quanta modernidade...
Não tem visinhos mas se pá aparece uns crocodilos e tals, ai vai de você saber se vale o risco!


4 - Ilha Urup, Rússia

Me senti na Idade Média vendo essa casinha na frente do rio em uma planície toda gramadinha que nem este lugar né? É uma ilha mas acho que não dá para comprar ela, e nem parece que é na Rússia! (geralmente eu associo a Rússia a gelo e neve para todos os lados!)
Com certeza seria uma vida bem pacata (e tediosa) neste local. Juro que eu lembrei de Age Of Empires vendo essa imagem! Quem jogou o game acho que vai entender...


5 - Drina River, Sérvia

Cara, eu não faço idéia alguma do motivo de alguém colocar uma casa nesse lugar! Dá até aflição ficar olhando para essa foto por muito tempo!
Imagina se a maré sobe nesse rio? Imagina se bate um ventinho mais forte? Imagina um monte de merdas que podem rolar em um lugar como este??
Mas se você é uma pessoa que não liga para nada disso, pode viver ai e pescar da janela o seu jantar todo dia! Acho que vai ser a melhor atividade que vai encontrar ai...


É isso pessoal! Eu imagino que a maioria destes locais hoje é abandonada, mas não me surpreenderia se algum dos leitores muito inteligentes me informar que pessoas vivem nestes lugares!
É algo extremamente louco imaginar, nós que somos tão reféns de tudo que é tecnológico, viver em lugares tão extremos e tão isolados como estes...

Espero que tenham gostado do post, a caixa de comentários é de vocês então, comentem, não xinguem os amiguinhos e podem deixar sugestões para novos posts!

Um abraço e até a próxima!


Fontes:  http://top10mais.org/top-10-casas-mais-isoladas-do-mundo/#ixzz4NRC84BOV

http://www.tudointeressante.com.br/2014/12/28-casas-isoladas-onde-as-pessoas-mais-reservadas-adorariam-morar.html
Olá pessoal! Que saudadinha de vocês! :3

Bom, esse mês quase não tivemos posts por aqui, tá uma correria louca e por isso estava difícil de parar para escrever aqui!
Para quem não sabe, temos mais dois blogs (o Blog Viiish e o Minezeiros) e além disso o Blog Viiish Channel ativo.
Se for contar os canais que estão parados, ainda temos o Canal Coisa Insana e o Canal Minezeiros (coisa pacas para tomar conta!)

Aproveito para pedir para você sair curtindo, se inscrevendo e conhecendo os nossos outros conteúdos, você vai gostar ;)

Mas bora para o post pessoal!

Lembram que no post dos tipos de tortura (clica aqui para ver o post) eu falei que tinha uma pessoa que eu queria fazer um post específico dela? Chegou esse dia!

Esta é a moça!
A moça simpática de quem eu quero falar é a Báthory Erzsébet, que podemos chamar como Elizabeth Bathory ou até como Isabel Bathory! Todos esses nomes são aceitos...
Quer um pouco mais de intimidade? Tudo bem, ela é conhecida também como a Condessa Sangrenta ou Condessa Drácula.

Pelos apelidos, vocês já imaginam que a moça era um amorzinho né? Mas aí que está: Ela era uma nobre extremamente inteligente: falava Húngaro, Alemão e Latim fluentemente, deixava muitos homens poderosos da época no chinelo, tinha muita beleza e segundo relatos, era uma ótima mãe e esposa!

Masssss, nem tudo são flores. Vamos contar de forma resumida parte da vida da Condessa aqui! Existem relatos muito mais detalhados na internet, vocês podem pesquisar mais se curtirem o assunto!

Tudo começa na infância, há historias que dizem que um grupo de rebeldes atacou o castelo onde a família Bathory morava. Elizabeth e suas duas irmãs foram perseguidas na floresta e somente ela conseguiu se esconder dos agressores. O problema foi que ela teve que ver do seu esconderijo as duas irmãs serem torturadas, violentadas e mortas.
Dizem que o sadismo dela começou a se manifestar no ódio retido deste evento, mas não pense que ela tinha algum problema mental! Ela sempre foi ótima mentalmente e como eu já disse, um exemplo acadêmico e na alta sociedade.

Por sua valia como esposa, ela ficou noiva cedo do Conde Ferenc Nádasdy, massss a safadinha ficou grávida de um camponês com 14 anos.
Para resolver a questão, quando a gravidez ficou aparente ela se escondeu até dar a luz a uma menina, chamada Anastacia (acho esse nome bonito demais). A teoria mais forte em relação a Anastacia é que ela foi dada a um casal de camponeses que foram pagos pela familia Bathory para fugirem da região com a criança.

Castelinho da Bathory

O Conde era um militar e, após o casamento, ficava mais ausente que presente no castelo, mas quando estava na companhia de Elizabeth, ensinava a ela técnicas de tortura usando subordinados que não seguiam as suas ordens, e é aí que o sadismo dela perdeu o controle!

O marido dela ficava muito ausente, mas não fazia ideia das atrocidades que a Condessa fazia na sua ausência, acreditava ele que ela só realizava estas atividades cruéis quando ele estava junto.

Bathory tinha criado praticamente um vício pela tortura! Usava todos os servos que não atendiam suas necessidades como alvos e até criava situações para que pudesse culpá-los e então torturá-los.

Há relatos que ela abriu a boca de uma das suas criadas até o maxilar quebrar e os cantos da boca rasgarem!

Três dos métodos de tortura mais utiliados:

 - Colocar agulhas por debaixo das unhas do torturado (me dá agonia só de imaginar)
 - No inverno, deixava o torturado sem roupas na neve e ia, de tempos em tempos, banhando dos pés a cabeça com água gelada, até que ele morrece de frio.
 - Já no verão, prendia o servo em um ferro quente e bezuntava de mel, deixando com que os insetos comessem o coitado vivo (esse método já havia mencionado lá no post sobre tortura).

Nisso a vida seguiu, ela teve mais 2 filhas, até que o Conde faleceu. Com a perda do marido, Bathory foi morar em Viena, e estreitou laços com uma mulher chamada Anna Darvulia, que especulava-se ser uma alquimista, preaticante de magia negra e essas coisas.
Como a Condessa era assumidamente bisexual, há possibilidades desta mulher ser uma amante que ajudava Bathory nos seus atos brutais e sádicos.

Com o tempo, a Condessa começou a ser cada vez mais descuidada nos seus ataques, até que um dia ela matou uma jovem Nobre e para se safar, alegou que a garota havia cometido suicídio.

Não deu muito certo, após julgamento, ela foi declarada culpada e alguns servos dela (que a ajudavam a encobrir as mortes) foram condenados à morte.
De forma impressionante, a prova que acusara Elizabeth foi um livro onde ela registrou pelo menos 650 (!!!) nomes das vítimas que ela matou ao longo dos anos.

A Condessa foi presa no seu próprio castelo, em uma sala sem portas nem janelas, somente com um pequeno buraco para passagem de ar e de comida. Ela morreu 4 anos depois.

De forma resumida galera, é essa a história de uma das mulheres mais sádicas que eu já houvi falar! Mas eu ainda não expliquei um fato: Por que Condessa Drácula?

Havia uma lenda que dizia que, ao ter seu cabelo penteado, a serva sem querer puxou suas madeixas. Ela ficou tão furiosa que matou a criada espancando-a! Ao fim do ato, ela percebeu que algumas gotas de sangue clarearam sua pele...
Com isso, ela matava e se banhava com o sangue de suas vítimas para se manter sempre jovem (eita! O.o). Por isso do apelido carinhoso de Condessa Drácula.

Banhinho gostoso e quentinho :3

Espero que tenham gostado da história, se quiserem que o blog fale sobre algum assunto, a caixa de comentários é de vocês!

Um abraço e até a próxima! :D
Olá pessoal!

Tudo beleza?

Bom, resolvi escrever sobre esse tipo de assunto por causa de um post que o Lord Vickrayo fez lá no Blog Viiish (Clica aqui para ver).

Ele nem é tão engraçado, mas me deu aquele "OMG COMO NÃO FALEI ISSO AINDA" na minha cabeça!

E por isso o post de hoje é sobre 7 métodos de tortura mais tensos/nojentos/você é louco que já existiram!

Algumas ressalvas antes da Lista: Eu pesquisei em alguns muitos lugares e em listas já feitas em outros lugares sobre torturas e peguei os caras que eu me senti mais incomodado! Então, pode ter mais tortura doente ou pior que essas por ai para você, mas essa foi a minha lista!
Além disso, tem um método de tortura que nunca me saiu da cabeça, mas que foi específico de uma durquesa, e sobre ela eu falarei em um post específico dela! (quando esse post for lançado eu volto aqui e ponho o link, tá?).

A lista não está em ordem tá? Então 1~7 não quer dizer nada, só uma numeração mesmo!

Mas sem mais delongas, vamos a lista!

1 - O berço de Judas



Basicamente, é uma pirâmide sustentada por hastes, onde o acusado sentava na ponta dela (mano, já me deu um negócio só de imaginar) nu. Essa pessoa está acorrentada e segura pelo seu executor, que vai "afrouxando" as correntes devagar ou de forma brusca... vocês já imaginam o que vai acontecendo com a pessoa "escorregando" na ponta da pirâmide, né?

Com isso, as partes baixas da vítima (sendo homem ou mulher) ou o ânus eram rasgados e abertos lentamente.

Não consigo imaginar como deve ser extremamente tenso isso de verdade, na imaginação já fico tenso!

2 - Potro



É uma mesa com buracos. Esses buracos eram amarrados cordas nos membros da pessoa (braços e pernas, amarrando nas partes mais resistentes).

O executor girava uma manivela e essas cordas vão pressionando os membros, cada vez mais, até esmagarem os membros ou quebrarem os ossos dos membros da vítima.

Este foi um método usado na Inquisição Espanhola e criou-se uma "regra": No máximo 5 voltas na manivela para que, caso o condenado fosse inocente, não causasse danos permanentes ao cara...
O mais legal é você criar uma "Regra" para a tortura! A tortura já é uma coisa sem escrúpulos nenhum, e ainda sim achavam que impor um limite iria deixar as coisas melhores!

Ah, não preciso dizer que costumeiramente, essa regra era ignorada pelos carrascos e interrogadores né? Isso é mais que óbvio...

3 - Crucificação



Não! Isso não foi só algo que aconteceu com Jesus na época bíblica. Este método de tortura e execução acontecia de verdade e em outros momentos da história!

O conceito é: O condenado precisa carregar sua própria cruz até o local onde ficaria, sendo açoitado e agredido por todo o caminho, e depois era pregado com os braços abertos e as pernas fechadas na cruz, para morrer do que viesse primeiro: Exaustão, asfixia pela posição que o condenado ficava, ou então não resistência por ficar dias e noites no sol e na chuva.

A verdade é que o método de crucificação é um dos mais violentos, cruéis e humilhantes que já existiram!

4 - Escafismo



Este método é realmente bastante cruel.

Funciona da seguinte forma: O condenado era obrigado a comer muito mel e leite, o suficiente para que ficasse com diarreia.

Depois disso, ele era untado em mel e preso à um barco, todo melado, com cabeça, braços e pernas expostos...

Bom, o resto você já imagina né? Insetos começavam a aparecer (abelhas, mosquitos, vespas e por ai vai) e comiam a pessoa viva! É isso ai, o ser humano não presta!

E de tempos em tempos, alimentavam o coitado com mais leite e mel, para que tivesse mais diarreia ainda. Isso fazia com que a pele da vítima apodrecer vagarosamente, fazendo tudo isso ser cada vez mais horrendo e sofrível!

Não consigo imaginar como que seres humanos pensam essas coisas...

5 - Esmagamento por Elefante



Não preciso explicar muito né? Um método mais de execução que de tortura, mas dado a violência e o fato de ter me deixado com falta de ar, foi o suficiente para estar na minha lista!

Os Persas utilizavam muito este método. Deitava-se o condenado no chão e ordenava-se para um elefante (treinado, para que não hesitasse) pisotear a vítima!

Vocês conseguem imaginar o terror que é deitar e ver uma pata gigante de um elefante no seu peito?

6 - Touro de Bronze



Uma das mais chocantes para mim. Não só pelo método, mas como o processo de tortura é "artesanal".

O criador deste método foi Pirillos, a mando do tirano Akgragas, na Cicília.

É um touro feito de bronze onde há uma abertura para colocar uma pessoa dentro dele. Após colocar a vítima, ele é fechado dentro do touro e é ateado fogo embaixo do touro.

Os narizes do touro são entradas de ar, onde a vítima (que ainda estava viva, detalhe!) precisa conseguir respirar por esses buracos...

O problema é que a fumaça do seu próprio corpo cozinhando dificulta bastante essa atividade. Com isso, o condenado morria cozido e sem ar!

Vocês tem alguma noção disso? E eu que sou muito claustrofóbico... morria sem nem atear fogo embaixo do touro!

Ah! Uma curiosidade sobre este método: O primeiro condenado foi o próprio criador: Pirillos! Você é louco cara...

7 - O quarto branco



Um tipo diferente de tortura, mas que eu imagino ser extremamente cruel.

O quarto branco é um quarto sem portas nem janelas, todinho branco (a vá!), em que o torturado ficava preso.

Só que, tudo que interage com a vítima é branca: Só usa roupas brancas, só come comidas brancas, é tudo branco!! Até os talheres são branco gente!

Além disso, ela não ouve nada do mundo externo.. ou seja: branco e silencioso...

O que acontece? A pessoa enlouquece certamente! Tenta se cortar, se suicidar, o nível de loucura apresentado com esse método é forte e suicídio é comum!


Então galera, foram esses que eu escolhi! Tipos diferentes, métodos diferentes, mas tudo insano demais para eu aceitar que fazem isso com pessoas!

E você quer falar sobre algum outro método? Quer uma parte 2 desse post? A caixa de comentários é de vocês!

Nos vemos no próximo post!

Abraços!

Olá pessoal!

Hoje o assunto aqui no blog é um pouco diferente do que estamos abordando nos primeiros posts.

Esse post é sobre opinião! E é sobre algo dificil de se falar: O comportamento humano.

Por que estou falando disso? Basicamente por estamos sempre ouvindo e lendo sobre Pokemon GO e outras coisas que temos na internet.

Antes de tudo, eu sempre fui muito recluso em expressar meus gostos, como jogar pokemon e outras coisas em público, por medo dos esteriótipos e das coisas que as pessoas falam de forma grosseira sobre os outros, sem necessidade alguma (o famoso bullying). Então eu sempre me diverti meio que sozinho, o que está mudando com essas novas iniciativas.

Mas me deu vontade de falar sobre o assunto por causa da imagem abaixo:



Ela teoricamente quer mostrar que as pessoas estão alienadas, ou então perdidas por causa de um game em realidade amentada que faz com que as pessoas prestem atenção nos celulares.

A minha opinião sobre esta mensagem e sobre toda essa discussão envolvida é simples: É tudo uma tremenda idiotice sem necessidade!

"Nossa Knuckles, você tá revoltadinho?"

Bom, deixa eu explicar: Há uma hipocrisia embutida de forma muito explícita em tudo isso.

Temos hoje em dia muitos esteriótipos, e temos também muitas pessoas que defendem algumas ideias de forma extremista, e os 2 itens citados costumam gerar esse tipo de imagem...

As pessoas tem uma mania péssima de falar mal do que elas não acreditam, ou não utilizam, até mesmo do que não conhecem! E isso acontece O TEMPO TODO!

Alguns fatos sobre Pokemon GO devem ser levados em conta:


  • Ele é um dos games mais populares já criados (se não o maior) para dispositivos mobile.
  • Sua dinâmica faz com que as pessoas interajam entre elas (se você não for um trapaceiro e jogue sentado a bunda no computador)
  • O objetivo secundário do game é fazer com que você ande por ai, socialize, crie grupos de caçada, ou seja.. INTERAJA COM OUTRAS PESSOAS
  • O jogo tem sido usado como tratamento psicológico para pessoas com dificuldade de socialização, e com crianças em hospitais para dar a elas um momento de diversão enquanto estão presas em um hospital, caminhando pelo prédio e saindo um pouco dos seus leitos...
  • Pokemon é um game extremamente lógico e faz com que seus jogadores aprendam a analisar, bolar estratégias e a pensar de forma racional. Ou seja, ajuda no desenvolvimento das pequenas mentes.


Dado esses argumentos, eu só queria deixar claro aqui que falta muito o que fazer para quem critica um game sem ao menos saber o que ele traz de bom! Vimos o Datena cagando pela boca a pouco tempo, e outras pessoas nas redes por ai fazendo o mesmo...

Claro! Tem acidentes acontecendo, roubos, até mortes por consequências do game (mesmo que algumas delas tenham sido provadas farsas, pois não haviam relação com o game). E obvio que isso nunca deve ser deixado de lado. A violência é um problema enorme na nossa sociedade e precisa ser combatida! E mortes nunca devem ser vistas por um lado "leve".

Mas o que existe é muita imprudência. Você, como pai, não vai deixar seu filho de 12 anos passeando por ai, ou você com 18 anos não vai na crackolândia aqui em SP ou mesmo jogar sozinho as 2hs da manhã!
Também não vai tentar pegar um pokemon numa varanda do 17º andar, ou qualquer coisa estúpida por causa de um jogo de celular! E a verdade é que 99% dos casos de fatalidades ou acidentes com o jogo se encaixam nos cenários que eu descrevi.

Então, pensar na educação e no cuidado, com você e com quem você é responsável, deve estar em primeiro lugar, o jogo não machuca nem ofende ninguém.

Por fim, para fechar: Não estou fazendo este post só por causa de Pokemon GO, e sim por TUDO que envolve esse infinito gosto humano por "olhar para a grama do vizinho".

Precisamos aprender: Se você é de uma religião, não precisa falar de outra. Se você defende um lado político, não precisa falar do outro, se você não gosta de algo, não precisa criticar, não faça! Só isso!

Eu digo sempre: o mundo tá muito chato porque tá todo mundo preocupado em falar dos outros e ninguém tá preocupado em cuidar da sua vida...



Então, é isso! Um post de opinião mesmo, e que sirva para e refletir sobre tudo que acontece ao seu redor. Se não te interessa, deixa lá e vive sua vida! ;)

Um abraço e até o próximo post!
Fala povo boa tarde, hoje lhes trago mais um post de opinião e com algumas teorias desse filme "maravilhoso" que conseguiu e ainda consegue deixar muitos filmes de terror no chinelo. O recomendadíssimo por mim "The Babadook" ou em português "Senhor Babadook" :D
The Babadook é um filme de terror psicológico de 2014, escrito e dirigido pela Jennifer Kent (que aliais foi o primeiro filme dela). Você pode assistir o filme pela Netflix e infelizmente legendado =/ 
(NETFLIX DUBLA ESSE FILME PRA NOIS BR POR FAVOR...UMA DUBLAGEM DECENTE VIU!).
O título "Babadook" é um anagrama para "A Bad Book" (em português, "um livro mau").


Senhor Babadook conta a história de uma família bem deturpada cheia de problemas "psicológicos", e pra completar irão ganhar mais um bem MAIS PROBLEMÁTICO ("problemático" é apelido).


"Amelia é uma viúva depressiva e conturbada que criou/cria o seu filho Samuel sozinha, se isso não bastasse seu filho demonstra comportamento problemático acreditando que existe um monstro imaginário querendo machucar a ele e a sua mãe assim causando várias dores de cabeça para Amelia. Até que um dia Samuel encontra um livro misterioso chamado "The Babadook" pedindo assim para sua mãe lê-lo, depois de ler o tal misterioso livro começa a ocorrer acontecimentos estranhos na casa e em suas vidas."

Fiz um resumo ao meu estilo (bem porco skaoskaoskoaksks), sinceramente eu não sei fazer resumos muito bem sou nova nisso e tentei de todo o modo não dar spoilers.

E o que faz desse filme tão diferente dos outros é simples: O filme é belo (no estilo sombrio, depressivo e macabro dele) e é daqueles filmes que você fica na duvida de "Sera que isso realmente esta acontecendo ?". Mas vamos deixar essa parte pro final do post ;)

 
A fotografia do filme é bem obscura fazendo que você entre no clima de terror e depressão, é um dos pontos principais da obra, eu pessoalmente acho muito lindo <3. A trilha sonora não deixa a desejar (ou melhor, de faltar em algumas cenas), tem momentos que a musica te deixa realmente agoniado(a) com uma sensação ruim ou até com medo porem tem outros momentos que não tem nada, nem uma nota sequer! Só escutamos o ambiente e os personagens. Acredite, isso da muito medo pois te deixa com aquela sensação que alguma coisa pode aparecer a qualquer momento na tela (mas não, não se preocupe com jumpscares bobos a todo o momento na tela).

Enquanto a atuação dos protagonistas (sim só irei citar eles) são muito, MAS MUITO BOAS MESMO. A mulher que faz a Amelia (Essie Davis) interpreta a de forma espetacular, eu não estou sendo baba-ovo atoa meus amigos, esta MOLHER consegue fazer uma interpretação tão boa de acabada, louca e lunática que chega a impressionar. O guri que interpreta o Samuel (Noah Wiseman) também não fica atrás, o moleque consegue ser realmente insuportável o filme inteiro (da vontade de você entrar na desgrama do filme e matar o menininho antes do monstro SKAOSKOAKOSAKKS) para um ator mirim ele conseguiu se manter firme e forte no seu papel (apesar dele ser uma peste e tudo mais, la pro final do filme você começa a gostar e sentir pena dele).


Babadook original '-'
Apesar do filme ser oótimo em história, desenvolvimento, fotografia e atores, ele peca bem na parte das aparições do "monstro" ou como preferirem "Babadook". Ele tem aquele ar assustador quando ele aparece pelas sombras aos pouquinhos ou quando ele fala "BABA-ba...DOOK DOOOK

DOOOOOOOK" (VEY DO CÉU, a voz que do Babadook da medo pra karai), PORREEEEM quando o monstro aparece por completo é algo muito "mhe", tipo é bem simples (SIMPLES DE MAIS). Eu
não cobro muito do filme já que é indie (Vey um filme indie nessa qualidade não se acha todo o dia). 

Teoria (AVISO CONTEM SPOILERS): 
Lembra que eu escrevi no começo do post que o filme é algo "sera que isso realmente esta acontecendo ?" então tem pessoas que dizem que tudo não passa de coisa da cabeça da Amelia, o livro misterioso teria sido escrito por ela anos atras já que a personagem trabalhava em uma área envolvendo crianças no passado. Logo depois de ler o livro que ela mesmo criou fez todo aquele estresse e loucura explodirem de uma vez só enlouquecendo a mulher e fazendo ela ter alucinações, mudanças de humor e quase matando o próprio filho. E nas cenas finais quando ela vence o Babadook e manda ele embora mas a criatura acaba indo para o porão da casa assim fazendo a Amelia o "alimentar" e cuidar da criatura ? Então, tudo isso significa a personagem aceitando a sua depressão e sabendo conviver com ela, sabendo controlar o seu monstro interior (Eu só fui perceber isso quando um amigo meu comentou sobre o assunto, ai eu resolvi assistir o filme outra vez, mas ainda tenho as minhas duvidas sobre isso KSOAKSOAKSOAKSKS). Outros dizem que o filme é uma critica a maternidade e por ae vai, eu consegui interpretar o filme de outra maneira: 
Acho que o monstro Babadook foi criado pela Amelia, mas criado mesmo fisicamente pois tem momentos que as coisas estão realmente acontecendo e não sei como explicar esses acontecimentos. Como o Samuel consegue enxergar o Babadook sendo que ele é só loucura da mãe ? A energia da protagonista estava tão negativa mesmo antes de ler o livro que quando ela o leu toda aquela negatividade e depressão criou forma sendo assim criado o seu próprio monstro, que a deixava mais acabada e desesperada. Acho que alguns de vocês devem conhecer uma coisa chamada a "Força do pensamento", quanto mais positivo MAIS coisas boas vão acontecer ao seu redor, porem quanto mais pensamento negativos são vão te trazer o mal. O que aconteceu com a nossa querida protagonista ela estava transbordando de energia negativa não tinha uma sequer gota de esperança vindo dela (dava até para sentir isso assistindo o filme). E quando ela leu o bendito livro essa dor, depressão negatividade ganhou vida, forma e objetivo de fazer tudo aqui que a mulher queria fazer como um desejo oculto dela, mas no final, quando ela finalmente ganha e coloca sua voz acima da do Babadook, controlando ele (controlando a sua criação) e mandando ele para um lugar oculto longe de todos, será ela realmente ganhou dele ? Não, se a Amelia voltar a ter tais pensamentos, deixando-se dominar por completo ele vai voltar e tudo ira se repetir. 
Queria agradecer aqui nesse post ao meu amigo Walber Braga que me recomendou esse filme e falou para assistir de novo KSOAKSOAKOSAKS.
Conclusão:
The Babadook é um filme de terror psicológicos incrível, que consegue deixar muito marmanjo com vontade de voltar a dormir com a mamãe (quem assistiu o filme vai entender ksaoskoaksks). O filme consegue te prender até o fim ou se você for muito covarde (que nem um amigo frouxo da minha irmã que ficou chorando o filme inteiro) vai fazer tu querer parar de assistir logo quando começa as partes boas ("Pediu arrego né zé Galinha"). O filme é tão bom que conseguiu deixar filmes como Annabelle, Livrai-nos do Mal, O Herdeiro do Diabo, Ouija, A Possessão do Mal e outros filmes de terror genéricos de 2014 e de 2015 no chinelo (Não posso opinar muito sobre os filmes atuais pois eu quase não vi nenhum pq perdi a fé em hollywood quando a questão é "filme de terror" ksaoksoaksoaks). Na real, tu quer sentir medo ? e nunca assistiu The Babadook ?! Então tu ta esperando o que filhote? Bora ir ler um livrinho e ganhar um capiroto de brinde :D
Nota: 9,5/10.

Até a próxima pessoal!